"Quando falamos em gestão contábil e fiscal, o controle, a expertise e compliance é tudo."
Rua Voluntários da Pátria, 475 - 11º Andar - Cj 1105-A, Centro - Curitiba/PR
  • (41) 3665-7770
  • (41) 99965-7770

Importância do planejamento empresarial durante uma crise

O planejamento empresarial tem como objetivo principal orientar a empresa em sua jornada de crescimento no mercado. Esse planejamento precisa ser o mais completo possível, cobrindo as mais diversas situações, como a de expansão do negócio, momentos de estabilidade e eventuais crises.

Porque o planejamento empresarial é importante para o seu negócio

É com o planejamento estratégico que o empreendedor saberá o que é necessário para a tomada de decisões, organização de metas e objetivos, e a criação de estratégias e métodos para alcançá-los. Em outras palavras, é uma ferramenta de gestão que define o passo a passo de um negócio e todas as suas informações importantes, além de prepará-lo para cenários adversos.

Claro que imprevistos podem acontecer com uma empresa, mas com um bom planejamento empresarial em mãos , fica mais fácil tomar medidas para contorná-los.

A pandemia de Covid-19 foi completamente inesperada, por exemplo. Mas uma empresa com um bom planejamento estratégico, com o mapeamento do que fazer em uma situação de queda rápida dos lucros, teve os instrumentos necessários para responder à situação mais rapidamente. Já as empresas sem planejamento prévio, precisaram se “virar nos 30” para conseguir lidar com a crise.

É importante lembrar também que planejamentos mudam, assim como o mercado. Logo, significa que o plano para a empresa pode – e deve! – ser adaptado ao longo do tempo. Conhecendo melhor seus clientes e setor, você poderá tornar o plano mais detalhado e consistente.

Além disso, existem vários tipos de crise. Pode não ser uma grande crise econômica, como a pandemia, que afeta todo o mercado. Digamos que a crise tenha sido causada por um incêndio no seu estabelecimento. Nesse caso, a melhor forma de se planejar e evitar problemas maiores pode ser contratar um seguro empresarial, por exemplo. Esse tipo de serviço pode garantir mais segurança a uma empresa e facilitar a resolução de crises internas.

Como se adaptar em meio a uma crise

Para adaptar um negócio durante uma crise, são precisos vários cuidados. Para te ajudar, separamos algumas dicas simples, mas valiosas, que irão fazer a diferença neste momento:

Ouça seus clientes

Não existe ninguém melhor que os clientes para sugerir como a sua empresa, produtos e serviços podem melhorar. Por isso, realize pesquisas, atente-se aos feedbacks e interaja com o seu público. Além disso, estudar os concorrentes é muito importante para entender como criar um diferencial para o seu negócio.

Busque oportunidades

São nos momentos difíceis que novas necessidades de consumo costumam surgir. Entender essas necessidades vai te ajudar a fazer as adaptações que aquele cenário exige e que vão trazer resultado para sua empresa. Durante a pandemia, por exemplo, muitas empresas migraram para o digital, com o objetivo de atender a nova demanda de mercado, se reinventar, lucrar de um novo modo e conquistar novos públicos.

Envolva sua equipe

E, para completar, é fundamental ter o engajamento da sua equipe. A comunicação com os funcionários deve ser sempre clara e próxima, colocando todos a par do que será preciso para agir estrategicamente diante situações inesperadas.

Crédito para investir no seu negócio

Uma crise pode trazer inúmeros problemas financeiros e de caixa para uma empresa. Falta de dinheiro para capital de giro e até dificuldades para honrar com os compromissos, como o pagamento de fornecedores ou aluguel, podem gerar grandes transtornos para o empreendedor.

Por isso, é importante que o planejamento empresarial inclua, também, um planejamento financeiro. Ter o fluxo de caixa saudável é um ponto-chave para manter qualquer negócio a todo vapor. Neste contexto, solicitar um crédito PJ ou empréstimo pessoal pode ser uma boa alternativa para a sua empresa.

Cristiano Rocha, diretor de crédito e cofundador da BizCapital, fintech de soluções financeiras para micro e pequenas empresas, explica que é fundamental que o empreendedor planeje e entenda a fase atual do seu negócio para garantir o crescimento saudável a médio e longo prazo com o crédito PJ. “Para que o empréstimo empresarial seja vantajoso, é necessário bastante planejamento. Você já sabe quanto dinheiro é realmente necessário para a sua empresa e para qual finalidade ele será usado? É essencial que o empreendedor saiba responder a essas duas perguntas. Trabalhar com base em planejamento faz toda a diferença, pois um empréstimo sem organização financeira pode comprometer a saúde fiscal do negócio”, ressalta Rocha.

Mas, atenção: é fundamental que você solicite o empréstimo empresarial ou pessoal no momento certo e no lugar certo. Nesse sentido, as fintechs mudaram totalmente o paradigma dos empréstimos e, hoje, já é possível ter acesso ao crédito em apenas algumas horas. Nesses casos, o procedimento é feito online e todas as taxas são dispostas em uma simulação de crédito, para que a empresa possa se programar tranquilamente. Apenas certifique-se de que está fazendo negócio com uma fintech de confiança.

Também existem empréstimos pessoais com garantia, como o com garantia de veículo, que também vale a pena simular. O ideal, antes de obter crédito, é comparar opções para escolher o mais adequado para a sua realidade.

“O empréstimo PJ, quando bem organizado financeiramente, não só impulsiona o crescimento, como também alivia o caixa atual da empresa. Dessa forma, você não mexe no dinheiro que tem e aproveita o crédito para investir no que precisa para avançar com seu negócio”, finaliza Rocha.